Terapia ocupacional

Toda mãe quer que seu filho possa fazer o máximo de coisas sozinho, de acordo com sua idade, aprendendo coisas novas e tornando-se um adulto produtivo, independente e autônomo , não é mesmo?

Mas, para uma criança poder comer sozinho, ter um repertório alimentar satisfatório, tomar banho, trocar de roupa, escovar os dentes e as mãos, atravessar a rua, se relacionar com outras pessoas, brincar de forma funcional, ficar sentada para realizar uma atividade, segurar um lápis de forma adequada... enfim, para realizar e participar com eficiência de atividades cotidianas, ela precisa ter diversas habilidades. E aí, está a importância dos atendimentos de Terapia Ocupacional, mais conhecida como TO!
 

A TO tem como principal objetivo, tornar os seres humanos autônomos e funcionais na realização de suas diversas atividades e demandas cotidianas. Para isso, a TO vai trabalhar o desenvolvimento e aperfeiçoamento das habilidades sensoriais, cognitivas, motoras, lúdicas e sociais, tornando a criança autora no seu desenvolvimento e cotidiano. Além do trabalho direto com a criança, o TO dará suporte aos familiares e cuidadores, organizando e otimizando a rotina, atividades diárias, condutas e manejos.
 

Se você conhece ou tem uma criança que apresente dificuldade de realizar suas atividades e demandas cotidianas de forma eficiente, procure um Terapeuta Ocupacional com experiência em atendimento infantil, que ele poderá lhe auxiliar.

Benefícios da

Terapia Ocupacional

 

  • Na independência das atividades de vida diária, fazendo com que a criança possa se alimentar, se vestir, realizar a higiene das mãos e higiene bucal sozinha;

  • Desenvolvendo os sistemas sensoriais proprioceptivo, vestibular, tátil, visual, auditivo, olfativo e gustativo;

  • Aperfeiçoando a mobilidade e deslocamento em diversas posturas, como caminhar, rastejar, engatinhar;

  • Desenvolvendo o desenvolvimento motor, coordenação motora ampla e fina, bem como, fortalecimento muscular;

  • No desenvolvimento cognitivo, trabalhando atenção, concentração, raciocínio e memória;

  • Nos aspectos comportamentais e sociais;

  • Elaborando rotinas, orientando familiares e professores;​